top of page
Picsart_23-09-14_09-31-26-480.png
InShot_20220301_173144045_edited.jpg

Siga o Portal
nas redes sociais:

  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

PROCURE PELOS SEUS
POSTS FAVORITOS:

______________________

Saiba como foi a primeira passagem do Måneskin pelo Brasil

Atualizado: 14 de out. de 2022

Faz 2 semanas desde o último show do Måneskin no Brasil, em 9 de Setembro de 2022, e nós iremos relembrar cada um dos momentos mais especiais da passagem da banda pelo Brasil!




A chegada

Finalmente chega o tão esperado dia para o fandon Brasileiro, Måneskin no dia 6 de setembro de 2022 chega em terras brasileiras, foram recebidos calorozamente por fãs no aeroporto.


Mesmo cansados da viagem tiraram fotos com todos os fãs no aeroporto, e mais tarde ainda deram uma voltinha pela orla de Copacabana.


No dia seguinte bem cedo começaram a maratona de entrevistas: deram entrevista para o Fantástico e gravaram um pequeno show para o programa, além de entrevistas para a MTV, Multishow, 89 -A rádio Rock, e muitos outros.


Mais tarde, passearam um pouco mais pela praia, tiraram fotos com fãs tanto na entrada do hotel quanto na praia e Damiano. como bom fã de futebol, comprou algumas camisetas de times brasileiro nos camelôs, e fez questão de esbanjar cada uma das camisetas durante a estadia.





Rock In Rio: Q&A e Palco Mundo


No dia 7 de setembro, nós do Portal Måneskin Brasil - e diversos outros fã-clubes - recebemos a notícia de uma das assessoras da Sony Music Brasil de que talvez conseguiríamos acompanhar a banda em uma sessão de perguntas e respostas no stand do Tik Tok no Rock in Rio, ficamos cara a cara com a banda e tivemos a oportunidade de fazer algumas perguntas, alguns trechos da entrevista você pode conferir clicando aqui.


As perguntas dos fãs foram feitas de forma individual, enquanto as perguntas gerais (para todos os membros da banda) foram intermediados pela apresentadora, Thaís Damaso.


Nessa entrevista tivemos Ethan esclarecendo uma informação errada dada por um artigo da Gucci, que dizia que ele era meio egípcio e meio italiano. Sereno como sempre e cheio de humor, ele responde

“Na verdade eu sou completamente Italiano, eu espero que sim”.

Outro momento marcante, foi quando perguntamos se eles escutavam ou conheciam algum artista brasileiro, Ethan respondeu que escuta bastante Alcione e que os bateristas aprendem bastante com as músicas brasileiras, Damiano revelou que gosta de Luan Santana, nessa hora o público reagiu com cara de surpresa e ele retrucou:


“O que? é bom, é muito bom”.

E Thomas disse que conhecia Sepultura, e em uma outra entrevista revelou que tinha grande interesse em fazer uma parceria com a banda. Após a entrevista eles tiraram algumas fotos com fãs e deram alguns autógrafos.




Alguns momentos antes de subir ao palco, a banda recebeu a placa comemorativa pelas 230 milhões de unidades vendidas no Brasil pelas músicas ZITTI E BUONI, CORALINE, I WANNA BE YOUR SLAVE e Beggin', além do álbum Teatro D'ira - Vol. 1.



Mais emoções estariam por vir: o show no Palco Mundo seria em apenas uma hora.


O show foi aberto com "ZITTI E BUONI", seguida por "IN NOME DEL PADRE". Empolgado, Damiano grita “VAMO CARALHO!” repetido de vários “VAMO CARALHO PORRA” (como um verdadeiro carioca faria).


No decorrer do show, Damiano anuncia que a próxima música seria um presente, pois não deveria estar na setlist do show - e que só seria tocada porque muitos fãs pediram incessantemente: CORALINE (foi o momento em que as ADM’s desse portal que vos escreve choraram de emoção no meio da plateia).


Em mais uma surpresa para os fãs, apresentaram uma homenagem ao Queen, versionando "Love Of My Life" - música que foi tocada no palco do primeiro Rock In Rio, criando a cena icônica do público cantando quase tão alto quanto Freddie Mercury.

“Provavelmente seremos mortos por isso, mas nós não damos a mínima. Para nós é uma grande honra tocar aqui, porque esse palco é o palco dos milagres. Queen tocou aqui há muitos anos atrás, e nós vamos tentar fazer uma pequena homenagem a eles.”

Na setlist, também estavam presentes Touch me (single que está disponível apenas em edição limitada no side B do LP de "MAMMAMIA"), e Gasoline - que são tocadas apenas nos shows, nenhuma das duas estão lançadas oficialmente nas plataformas digitais.



“Façam barulho para o Guns, é uma honra tocar antes deles, que são nossa banda favorita”

Måneskin encerrou o show no Palco Mundo convidando alguns fãs para o palco, como de costume, durante "LIVIDI SUI GOMITI".


“Obrigado Brasil, obrigada Rio! Fucking obrigado, nós fucking amamos vocês, é uma honra para nós, é um lugar incrível, um lugar magico, nós amamos o Rio, amamos o Brasil, amamos vocês, e agora aproveitem essas lendas (GnR)”

E se despediu dizendo “Até logo porra”.




Nota da AUTORA: Na volta após o show do Guns n' Roses, observei vários fãs da banda dizendo que adoraram a energia do Måneskin e o show que eles fizeram no palco, e que era legal o que eles estavam fazendo de trazer o rock para a nova geração, ou seja, nossa banda favorita conseguiu, afinal, conquistar alguns roqueiros "clássicos".



São Paulo: Espaço das Américas


Mesmo com um show em outra cidade marcado para o dia seguinte, a banda ainda ficou no RJ na parte da manhã para visitar o Cristo Redentor e dar mais uma volta pela cidade. Enquanto isso, em SP a fila de fãs já começava a se formar em frente ao Espaço Unimed, as 19:00 os portões são abertos.


Depois de muita espera as luzes se apagam. A banda estava pronta para subir no palco e o público começa a gritar em coro “vamo' caralho porra”, em uma referência ao Rock in Rio, depois começaram a gritar em coro “Måneskin” , “Victoria gostosa” e “Ethan gostoso” várias vezes o coro pedindo VENT'ANNI, e tivemos também o clássico “Fora Bolsonaro”, tanto antes quanto durante o show.


A banda sobe ao palco Damiano grita “Bora Sampa, vamos caralho” começam apresentando "ZITTI E BUONI". No decorrer do show, Damiano levou o público a loucura:


“Oh my fucking god, vocês são o público mais barulhento de todos os tempos... Isso nunca aconteceu comigo, de eu não conseguir me escutar, mas eu não dou a mínima para isso, eu me escuto todo dia, hoje eu quero escutar vocês”.

Depois do público entoar varia vezes pedindo VENT'ANNI, para a tristeza dos fãs, Damiano fala para o público: “Não podemos, porque nós não ensaiamos essa música há meses, seria uma merda, vocês vão ter que ficar felizes com CORALINE, ok?”.


Damiano para o show para perguntar se o público estava se sentindo bem. Ele pergunta se precisam de ajuda e alguém grita “que precisa de água”, ele pega a garrafa d’agua e diz “isso é água vinda do palco, sinta-se como abençoada por Deus" e, em seguida, entrega para alguém na plateia”.


Damiano pergunta o que a plateia quer que ele fale em português, todos ficam em silencio para ele escutar uma garota, ela fala algo e ele só responde "isso não é justo, não é".


Em coro pedem VENT'ANNI mais uma vez, e ele fala "Não podemos, nos temos uma reputação... precisamos convencer as pessoas que somos uma boa banda, se tocarmos VENT'ANNI agora [sem ensaiar] vai sair horrivel".


Um pouco antes do show uma criança que estava na área de PCD conseguiu convencer os seguranças a realizar o sonho dele de conhecer a banda. Durante o show, Damiano fez um coração para esse garoto. Fofo, né? Um pouco depois ele vai até o local abraçar uma fã.


Como de costume, após chamarem o público para o palco ao som de "Livid Sui Gomiti", eles saem do palco e voltam para um BIS: quando Victoria volta para o palco usando protetores demamilo com a bandeira do Brasil desenhada, presente dado por um grupo de fãs durante o show.


No final Damiano agradeceu falando “Foi muito divertido, nós iremos lembrar disso a nossa vida inteira. Fucking obrigado, São Paulo”.





P.s: menções honrosas para a coleção de camisetas latinas do Damiano e o novo protetor de seio da Victoria!




E você, esteve presente em algum show no Brasil? Como foi sua experiência?

Conte pra gente nos comentários!


Em nome de toda equipe, nossos mais sinceros agradecimentos à Sony Music Brasil e ao TikTok Brasil por proporcionar essa experiência mais-que-perfeita, da qual iremos nos lembrar para a vida inteira.



 

Texto: Brasilaine Martins (autora)

Edição: Juliana Galvão (revisão)

1.143 visualizações4 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page