top of page
Picsart_23-09-14_09-31-26-480.png
InShot_20220301_173144045_edited.jpg

Siga o Portal
nas redes sociais:

  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

PROCURE PELOS SEUS
POSTS FAVORITOS:

______________________

ANÁLISE | Torna a casa

Bem vindos ao segundo post da nossa coluna dedicada a analisar os singles do Måneskin!

Como vamos seguir a linha cronológica, 'Torna a casa' será nossa segunda análise - bem como é o segundo single do Måneskin após o The X-Factor.


Vamos lá!


Videoclipe oficial:


 

Antes de começarmos de fato, é sempre bom lembrar que até a mais melancólica das canções pode se mostrar ser cheia de significados. Essa faixa pode ser interpretada romanticamente? sim, mas vai além.

Torna a casa" é uma música para se escutar com os olhos fechados e a mente aberta.

O videoclipe começa com todos os envolvidos confusos e perdidos, sem saber se serão acolhidos onde estão, em busca de algo - assim como na letra da música.


No decorrer do videoclipe, vemos duas meninas: uma está fraca e não consegue se levantar, e a outra que a controla como uma marionete. Logo depois, a primeira consegue se levantar e dançar, sendo controlada de forma invisível pela outra, que se junta a primeira logo depois para dançarem juntas.

As duas bailarinas começam a dançar no meio do salão, entre os instrumentos, enquanto a banda toca 'Torna a casa'.


A música fala de uma separação: é o desabafo de um homem que perdeu sua musa. Porém, ela irá escutar seus lamentos e voltar para ele.

Todo o videoclipe tem uma estética clara, com obras renascentistas no cenários. Exceto quando a música chega ao tom do lamento, onde é a primeira vez que vemos cores escuras (azul e vermelho) na composição do videoclipe:


Prima di te ero solo un pazzo, ora lascia che ti racconti

Avevo una giacca sgualcita e portavo tagli sui polsi Oggi mi sento benedetto e non trovo niente da aggiungere

Questa città si affaccerà quando ci vedrà giungere

Ero in bilico tra l'essere vittima, essere giudice

Era un brivido che porta la luce dentro le tenebre E ti libera da queste catene splendenti, lucide Ed il dubbio o no, se fossero morti oppure rinascite


Fazendo ou não referência a Marlena nesse trecho, ela continua sendo a personagem principal da música, que está no refrão: quindi Marlena torna a casa...


Novamente, temos a presença de Marlena, a musa e personagem principal do 'Il Ballo Della Vita', trazendo a mensagem principal da banda: liberdade e essência.


"Marlena somos nós, os Måneskin, é a nossa mensagem de liberdade, de vita. Marlena é a índole do grupo, a personificação da nossa liberdade, criatividade, vida.

E aí, já dá para ter uma nova visão de 'Torna a casa', não é mesmo?

Se Marlena é a personificação da liberdade, criatividade e vida do Måneskin, a mensagem foi passada com sucesso: queremos alcançar a liberdade, queremos tê-la conosco, porque é ela que nos move.



Curiosidade: alguns acreditam que 'Torna a casa' tenha várias ligações com o romance "Marlena" (Julie Buntin, 2017), apesar de nunca ter sido confirmada nenhuma inspiração no livro. (confiram o artigo, vale a pena)

 

'Torna a casa' em acústico:


A segunda música escolhida para a performance acústica da VEVO (já falamos sobre ela na nossa análise de 'Morirò da Re') foi Torna a casa!



Tradução de 'Torna a casa'


Novamente, feita por uma das nossas parcerias!


 

Fim do post!

Muito obrigada por ler até aqui, não deixe de dar sua opinião nos comentários também.


Nos vemos na próxima análise! ♥


2.187 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page