top of page
Picsart_23-09-14_09-31-26-480.png
InShot_20220301_173144045_edited.jpg

Siga o Portal
nas redes sociais:

  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

PROCURE PELOS SEUS
POSTS FAVORITOS:

______________________

MÅNESKIN:“Nos últimos dez anos,estão sendo levantadas novas vozes que precisam ser ouvidas”(02/2023)


Disclaimer: Transcrição e tradução da matéria e entrevista feita pela Folie ao Måneskin, publicada em 28 de Fevereiro de 2023.




COVER STORY: MÅNESKIN: “Nos últimos dez anos, estão sendo levantadas novas vozes que precisam ser ouvidas”

A masculinidade é uma ideia estúpida de como era retratado o homem no passado

Måneskin é um dos grupos a nível internacional com mais projeção e com uma avaliação crítica excepcional. Através de muito trabalho, tenacidade, talento e uma estética muito marcada que conquistou o coração do público em geral, a sensação mundial do rock, Måneskin, lançou seu tão esperado álbum RUSH! Um disco espetacular de 17 músicas que nos leva de volta a um gênero há muito esquecido, o glam rock.


Após conquistar "The Tonight Show Starring Jimmy Fallon" e tantos outros veículos de comunicação, quis falar exclusivamente com a Folie Magazine, a única mídia na Espanha a ter alcançado isso. Durante a conexão Roma - Madri, pudemos falar sobre o processo de criação de suas canções, as etiquetas de gênero com relação à sua forma de se vestir, a masculinidade e como acreditam que o melhor tipo de ativismo é dar voz aos especialistas em qualquer tipo de assunto. Encontramos uma banda que já está em um firmamento, cujo rastro brilha de forma incandescente. Måneskin não se atreve a falar.


GLAM ROCK IS BACK!


“Se algo te comove e sentes que podes ajudar, tens a responsabilidade de fazê-lo”

Em primeiro lugar, eu ouvi “RUSH!” e é pura essência Måneskin. Mas vocês têm dado um passo à frente com grandes canções. Qual a maior dificuldade na hora de criar esta obra-prima?


OS TRÊS DE UMA VEZ: Obrigado.


DAMIANO: Digo que foi mais fácil em alguns aspectos e mais difícil em outros. Foi mais fácil fazer música porque não tivemos que nos ater a um estilo ou a um tipo de música como costumamos fazer. Fizemos muitas experiências e seguimos cada um de nossos gostos. Por outro lado, foi mais difícil construir o álbum porque tínhamos muitas músicas diferentes e era difícil escolher a lista de faixas.



Como foi colaborar com Tom Morello em “Gossip”?


THOMAS: Foi incrível. Tom Morello é uma lenda, portanto, ter a oportunidade de estarmos todos juntos na mesma canção foi uma loucura.



Com quem gostariam de colaborar no futuro?


THOMAS: Não sei. Temos muitos artistas diferentes com os quais queremos colaborar. Como por exemplo, Metallica.


DAMIANO: The Weeknd


ETHAN: Há vários artistas com os quais colaboraria. Talvez Alexandra Savior seja a primeira que me vem à mente por ser muito legal.



Como foi a experiência de vocês depois do Eurovision? A fama cria ansiedade?


DAMIANO: É claro. No lado musical, tudo é mais fácil porque somos mais respeitados e mais ouvidos, mas, ao mesmo tempo, temos menos tempo para nós mesmos. Tudo isso é um equilíbrio. A vida pessoal se tornou mais difícil porque temos menos tempo para ver as pessoas que amamos e isso é muito difícil.


ETHAN: Foi uma grande vitória. Não só para nós, mas também para o gênero de música que fazemos. Este tipo de química que encontramos entre nós nos ajudou a fazer um tipo de música que não era realmente famosa em todo o mundo. Portanto, acho que fizemos algo que realmente gostávamos e isso aconteceu. Acho que temos ajudado a mudar as coisas.



O glam rock está de volta?


THOMAS: Sim, está de volta. Também a música com instrumentos reais, sem tanto sintetizador. Estou muito feliz que as novas gerações queiram aprender a tocar baixo, violão ou bateria.


DAMIANO: Concordo 100%. Não se trata apenas do gênero musical, trata-se do som. Voltar as guitarras e pedais para deixar para trás tudo o que vem de um computador.



Vocês obtiveram grande sucesso em apenas alguns anos com até 18 álbuns de diamantes e uma legião muito forte de fãs. Vocês têm medo de que eles deixem de segui-los?


DAMIANO: Sempre pode acontecer, mas se você começa a fazer música para manter as pessoas gostando, você perde o foco. Você tem que fazer a música que gosta e se as pessoas a apreciam, é uma coisa boa. E se as pessoas não gostarem, você tenta novamente. Sabemos que nem tudo o que vamos fazer vai ser uma obra-prima ou um sucesso. Com a música, você sempre tem outra chance. Você pode sempre escrever uma nova canção, uma canção melhor, tentando conseguir outro sucesso.



Como grupo, como é o processo de composição das músicas?


THOMAS: Depende. Toda canção é um mundo. Todos nós improvisamos juntos, embora tenhamos um método em duas etapas. Basicamente, primeiro vem a parte instrumental e depois a melodia. Todos nós fazemos as duas partes e, dependendo da canção, todos fazem uma das duas partes.


Vocês têm muitas discussões durante esse processo?


THOMAS: Sim, mas num bom sentido. Cada vez temos um líder de processo criativo, normalmente a pessoa que cria o riff.


DAMIANO: Trabalhar com pessoas diferentes de você te abrem a uma nova perspectiva.



Cada peça de vestuário que vocês usam se torna uma tendência. Como é a relação de vocês com a moda?


DAMIANO: A roupa é uma ferramenta de comunicação muito poderosa. Elas podem ajudar a comunicar sua personalidade, os sentimentos que você tem naquele momento ou o que você quiser expressar, mas nós não somos especialistas em moda. Adoramos roupas e adoramos criar. Às vezes temos a oportunidade de desenhar nossas próprias roupas. Mas uma vantagem para nossas apresentações, nunca é a parte principal para nós. Nós apreciamos, gostamos e isso nos ajuda a tornar nossas mensagens mais poderosas e compreensíveis.



A estética de todo o grupo desafia etiquetas e gêneros. Creem que é importante ser você mesmo ou é apenas marketing?


DAMIANO: Todos devem ser completamente livres para usar o que quiserem. Seria estúpido usar um par de calças só porque é uma peça de roupa mais masculina ou não usar um casaco que deveria ser um casaco de mulher só porque o botão muda de lado. É um absurdo. Há peças de roupas que são consideradas femininas, mas isso não significa que somente as mulheres possam usá-las. Todos podem vesti-lo. As roupas são para todos, trata-se de saber como misturá-las.


ETHAN: É claro que não é marketing.


DAMIANO: Óbvio que não.



No ano passado, vocês falaram sobre a guerra na Ucrânia. Os artistas têm a obrigação de enviar uma mensagem com suas canções?


DAMIANO: Não, não é uma obrigação. Muitas vezes fazemos sim músicas com uma mensagem muito clara. Mas às vezes, se algo te comove e sentes que podes ajudar, tens a responsabilidade de fazê-lo. Neste momento sentimos que poderíamos ajudar com os meios de comunicação a não perder o interesse neste problema e pensamos que era o correto.


Ethan?


ETHAN: É muito importante. Não é uma obrigação, é uma escolha. Quando você é famoso realmente tens um poder maior na difusão de uma mensagem. Portanto, o que você faz ou diz é visto por muitas pessoas e você tem que fazer o bem, inclusive para si mesmo. Foi a coisa certa a fazer porque foi uma situação que nos afetou muito e a muitas pessoas próximas a nós. Queríamos fazer uma canção sobre isso e falar sobre como qualquer tipo de guerra é errada.



Vocês se consideram livres?


DAMIANO: Somos privilegiados.


ETHAN: Sim, sim. Muito privilegiados.



Vocês estão envolvidos em algum ativismo?


ETHAN: Eu pessoalmente dei muito dinheiro a duas empresas caritativas para crianças carentes na Itália.



Há alguma causa social da qual vocês queiram falar?


DAMIANO: Sim. Embora quando falamos sobre o meio ambiente e este tipo de coisas que são muito científicas, não somos capazes e não temos conhecimento suficiente para dizer algo que seja significativo. É claro que podemos dizer que temos que reciclar e não desperdiçar água porque é algo que todo mundo vê e é algo que tem que ser mudado porque está nos fodendo. Nunca diremos coisas que ressoem nesta questão, mas devemos dar voz a todos aqueles cientistas que a estudam e que são melhores do que nós. Quando falamos de questões sociais, tudo depende de sua perspectiva e de quantas perspectivas diferentes você tem sido capaz de cobrir e com quantas pessoas diferentes você tem falado. Assim, você pode criar uma ideia baseada não apenas em sua experiência, mas em muitas experiências diferentes. Devemos aprender a ser mais empáticos e ouvir as histórias das pessoas e outras culturas e tentar ajustar nosso comportamento às suas necessidades. Nos últimos dez anos, novas vozes estão sendo levantadas que precisam ser ouvidas. Novas vozes estão surgindo porque costumavam ser proibidas e agora é impossível proibi-las graças às mídias sociais e à televisão. Acabou.



O que é para você a masculinidade?


DAMIANO: Nada. Não significa nada. Não é nada. É uma ideia estúpida de como no passado o homem e seu comportamento masculino era retratado. Ninguém tem que se ater a um loop comportamental. Todos devem ser capazes de criar sua própria personalidade. É claro, sem ofender ninguém e sem infringir a liberdade de ninguém, mas todos devem ser capazes de desenvolver e ter seus próprios gostos.



O que você diria àqueles que criticam a feminilidade nos homens?


DAMIANO: É 2023. É hora de superar. É estupido continuar pensando assim.



Qual é o mantra de vocês?


THOMAS: Siga seu instinto.


ETHAN: Sinto que ainda estou buscando o meu mantra. Ainda sou muito jovem para ter um.


DAMIANO: Coma verduras e mantenha-se hidratado.



Se eu lhes desse o poder de falar com todo o planeta, o que vocês diriam?


DAMIANO: Siga as instruções dos cientistas. Se continuarmos assim durante os próximos 20 anos e não mudarmos nada, a terra se transformará em uma rocha. Cuide do oxigênio, dos diferentes animais e plantas, caso contrário, a extinção virá.



A última pergunta não é uma pergunta, é um jogo. Lhes digo uma palavra e vocês me respondem outra sem pensar.


Feminismo.


DAMIANO: Futuro.


ETHAN: Futuro, presente, passado. É tudo.


THOMAS: Futuro é perfeito.



LGTBIQ+.


DAMIANO: Comunidade.


ETHAN: Um lugar seguro para muita gente.



Saúde mental.


ETHAN: Subvalorizado.


DAMIANO: Necessária.


THOMAS: Primeira necessidade.



 

Texto: Pablo Aragón / @pabloaragon © Folie | 28 de Fevereiro de 2023


Tradução: Portal Måneskin Brasil



A tradução realizada nessa publicação não tem pretensão de infligir os direitos autorais do autor ou da casa de publicação, mas dar a conhecer o conteúdo em outros idioma - de público limitado em comparação àquele primeiro de forma que tal publicação que não substitua ou ofenda o conteúdo original. Para remoção, pacífica favor entrar em contato por e-mail (portalmaneskin@gmail.com) ou através das redes sociais.

181 visualizações0 comentário
bottom of page